Populismo, governabilidade e opinião pública

Uma análise da influência das mídias digitais no processo decisório presidencial

Autores

  • Aiane de O. Vieira
  • Ariane D. Seleghim

DOI:

https://doi.org/10.31990/agenda.2020.2.9

Resumo

Após uma campanha eleitoral ambientada, majoritariamente, nas mídias digitais e pautada em uma retórica populista de direita, Jair Bolsonaro assumiu a Presidência da República do Brasil em janeiro de 2019. Enquanto chefe do Executivo Federal, Bolsonaro tem adotado uma estratégia governista que aposta na tomada de decisão por meio de decretos presidenciais e em um diálogo com seus apoiadores por meio das mídias digitais. Com base nesse cenário, o presente estudo parte da hipótese que o governo Bolsonaro usa as plataformas digitais como “termômetro” do processo de tomada de decisão. Para tanto, usamos como estratégia metodológica, a análise de sentimento em redes sociais para medir a opinião pública em torno dos decretos com maior repercussão nos primeiros seis meses de governo. Concluímos que, quanto maior a repercussão nas redes sociais e quanto maior a polarização no meio social, maior será a atenção dada pelo governo àquele assunto.

Downloads

Publicado

2020-07-16