O antifeminismo como backlash nos discursos do governo Bolsonaro

Autores

  • Bruna Soares de Aguiar
  • Matheus Ribeiro Pereira

DOI:

https://doi.org/10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero

Resumo

Em um período que a onda conservadora tem se mostrado inseridana política brasileira, o presente artigo tem como objetivo analisar o advento do governo de Jair Bolsonaro como um processo de institucionalização do backlash contra os direitos das mulheres (Faludi, 2001). Desta forma, em um primeiro momento serão contextualizados o movimento feminista e a ideologia patriarcalista que estruturam as relações da sociedade no Brasil, apontando para os avanços que ocorreram no país ao longo do tempo na agenda de gênero. A partir disto, serão selecionadas falas do presidente Bolsonaro e de alguns membros da sua cúpula, coletadas a partir de três palavras-chave em sites de busca: aborto, ideologia de gênero e objetificação da mulher. Como fonte foram delimitados os jornais O Globo e Folha de São Paulo, e a Revista Exame, restringindo o período investigado aos nove primeiros meses de governo.

Downloads

Publicado

2019-12-28

Como Citar

AGUIAR, B. S. de; PEREIRA, M. R. O antifeminismo como backlash nos discursos do governo Bolsonaro. Agenda Política, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 8–35, 2019. DOI: 10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/271. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê