Empreendedores na construção de uma agenda intersetorial: a política de Educação em Direitos Humanos na cidade de São Paulo entre 2013-2016

Autores

  • Ana Claudia Salgado Cortez
  • Gabriela Spanghero Lotta

DOI:

https://doi.org/10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero

Resumo

Ao analisar um caso menos estudado no campo, uma política em ente subnacional e com características intersetoriais, o presente artigo tem como objetivo avançar na compreensão dos processos de construção de agenda de políticas públicas. Para tanto, o trabalho analisa como se deu o processo de construção da agenda de Educação em Direitos Humanos no município de São Paulo entre 2013 e 2016 a partir de dados coletados em análise documental e entrevistas. Dialogando com as teorias de agenda-setting e empreendedorismo, demonstramos que, em políticas intersetoriais, os empreendedores são relevantes não apenas para aproveitar janelas de oportunidades, mas também para cria-las e difundir o tema entre outras estruturas governamentais. Assim, apontamos para um papel ampliado dos empreendedores com atuação heroica, capazes de construir espaços, difundir temas e propor oportunidades específicas para garantir a manutenção do tema na agenda governamental.

Downloads

Publicado

2019-10-21

Como Citar

CORTEZ, A. C. S.; LOTTA, G. S. Empreendedores na construção de uma agenda intersetorial: a política de Educação em Direitos Humanos na cidade de São Paulo entre 2013-2016. Agenda Política, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 214-244, 2019. DOI: 10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/256. Acesso em: 3 dez. 2020.