Doações de campanha e desempenho eleitoral: Uma análise comparativa sobre as eleições para prefeitos de capitais brasileiras em 2008 e 2012

Autores

  • Emerson Urizzi Cervi UFPR

DOI:

https://doi.org/10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero

Resumo

O artigo faz uma análise comparativa das finanças em campanhas eleitorais a partir dos resultados das eleições para prefeitos de capitais em 2008 e 2012. Considerado um ponto central das democracias representativas, recursos financeiros para partidos e candidatos geram campanhas eleitorais mais ou menos igualitárias. Estudos mostram que quanto maior a participação do Estado nas receitas dos partidos, maior a distância entre eles e a sociedade civil. O objetivo é verificar a relação entre desempenho eleitoral e fontes de financiamento de campanhas comparando duas eleições. O trabalho divide as fontes em três grupos: estatal, empresas (pessoas jurídicas) e pessoas físicas, o que possibilita a análise do impacto dos tipos de doadores sobre o desempenho dos candidatos. As conclusões são que enquanto em 2008 as doações de pessoas jurídicas tiveram maior peso no desempenho positivo dos candidatos, em 2012 houve uma mudança e as doações de partidos políticos foram mais importantes para o bom desempenho eleitoral.

Downloads

Como Citar

CERVI, E. U. Doações de campanha e desempenho eleitoral: Uma análise comparativa sobre as eleições para prefeitos de capitais brasileiras em 2008 e 2012. Revista Agenda Política, [S. l.], v. 1, n. 1, 2013. DOI: 10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/8. Acesso em: 23 fev. 2024.