Recursos persuasivos nas campanhas no Facebook: Uma proposta metodológica a partir das eleições de 2016 em Curitiba

Autores

  • Edna Miola UTFPR
  • Fernanda Cavassana de Carvalho UTFPR-UFPR

DOI:

https://doi.org/10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero

Resumo

O artigo discute uma proposta metodológica para a análise de campanhas eleitorais no Facebook, estudando o caso das eleições 2016 em Curitiba, a partir de três eixos principais. O primeiro eixo de análise avalia quais são os objetivos comunicativos expressos nas publicações dos candidatos em suas páginas oficiais na plataforma; o segundo eixo de análise identifica quais são os recursos retóricos argumentativos do tipo racional; o último eixo de análise marca a presença de apelos de ordem emocional e de memorização, a exemplo de recursos visuais e sonoros e as narrativas. Conclui-se que a campanha à Prefeitura de Curitiba foi altamente informativa e que há racionalidade nas estratégias empreendidas – mas essa racionalidade é centrada nos atributos dos candidatos em detrimento das propostas políticas. Além disso, as estratégias de memorização não exploram plenamente as possibilidades técnicas oferecidas pelo Facebook.

Downloads

Publicado

2017-12-01

Como Citar

MIOLA, E.; CARVALHO, F. C. de. Recursos persuasivos nas campanhas no Facebook: Uma proposta metodológica a partir das eleições de 2016 em Curitiba. Revista Agenda Política, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 254–290, 2017. DOI: 10.31990/10.31990/agenda.ano.volume.numero. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/141. Acesso em: 1 mar. 2024.